sexta-feira, junho 22, 2007


...Se queres sentir a felicidade de amar,
esquece a tua alma.
A alma é que estraga o amor.
Só em Deus ela pode encontrar satisfação.
Não noutra alma.
Só em Deus – ou fora do mundo.
As almas são incomunicáveis.
Deixa o teu corpo entender-se com outro corpo.
Porque os corpos se entendem, mas as almas não.

(Manoel Bandeira)

Borboleta - técnica de pintura em azulejo, de Luiza Caetano.

Nenhum comentário: